Venda no cartão ajuda a evitar calote na oficina

Autor: Gestão financeira
evitar calote na oficina

Vender parcelado é uma alternativa não só para aumentar os ganhos da oficina, mas também para evitar os temidos calotes. Para isso, a solução precisa oferecer segurança, facilitar os controles e dar garantias de recebimento do seu dinheiro.

Cobrar incessantemente o cliente devedor é uma situação pela qual nenhum dono de oficina gosta de passar. Mas dá pra evitar? Dá sim! Evitar calote na oficina não é tão difícil hoje em dia, basta você se adaptar às necessidades de sua clientela.

Prevenir dores de cabeça com cobranças não é importante só por causa dos rombos no faturamento. O Código de Defesa do Consumidor possui regras claras quanto à conduta para cobrança de dívidas.

Se o devedor interpretar que foi exposto a constrangimento ou ameaça, ou que foi importunado em seu trabalho, descanso ou lazer, o cobrador pode até ser preso (três meses a um ano, fora a multa).

Ou seja: é preciso tomar muito cuidado ao exercer o seu direito de cobrança para não ser processado por danos morais. Usar os meios legais para não ficar no prejuízo também nem sempre é fácil.

Contratar advogados e cuidar de toda a burocracia envolvida toma um tempo precioso do seu trabalho.

E mesmo que você ganhe uma ação de cobrança, a justiça só pode obrigar o pagamento se a pessoa tiver condições…

Agora some a isso as facilidades oferecidas pela concorrência e o hábito dos consumidores de pesquisarem por tudo, desde os preços até os possíveis problemas com seu carro.

Não está fácil manter uma oficina! Então, como fazer para recuperar a confiança dos seus clientes e ainda aumentar o seu rendimento? Você precisa ser estratégico em sua gestão.

Para não perder espaço no mercado evitar calote na oficina, damos aqui algumas dicas sobre o que fazer!

Melhorando sua produtividade

Uma saída que você pode encontrar para aumentar os ganhos da oficina, vencer a concorrência e conquistar a confiança dos clientes é melhorando a sua produtividade.

Quanto mais rápido o serviço ficar pronto, mais satisfeito ficará o cliente e menos custo ele vai representar para o seu negócio.

Agora, para oferecer agilidade, você precisa ter nos bastidores uma equipe competente e apaixonada por aquilo que faz.

Então, a primeira coisa que você tem a fazer é preparar a sua equipe para que ela consiga oferecer esse nível de rendimento. Ou seja, prestar um atendimento ágil, mas sem perder a qualidade.

Além desses fatores, é importante que você fique de olho em outros gargalos que podem estar impedindo sua oficina de ser mais produtiva.

Como você deve saber, o lucro da sua empresa vem da sua mão de obra. Portanto, tudo o que fizer você otimizar o tempo empregado para executar as suas tarefas, melhor.

Mas isso, por si só, obviamente não garante o pagamento pelo serviço. Para evitar calote na oficina entra em cena a gestão financeira.

Profissionalizando suas rotinas financeiras

De forma geral, somos bons técnicos na oficina. Na maioria dos casos, a solução chega de pronto, bastando ouvir o menor ruído para perceber que algo está errado.

No entanto, o mesmo não costuma acontecer com a gestão da oficina. Mais ainda quando o assunto são as rotinas financeiras.

Gastamos um tempo precioso do nosso dia avaliando tudo o que entrou no caixa.  Se você manda bem na na mão de obra, imagine o quanto você está perdendo com o tempo desperdiçado para fazer todos esses cálculos?

Se você ganha, por exemplo, R$ 70 a hora/trabalhada e você leva uma hora precificando, analisando extratos e contabilizando, está deixando de ganhar R$ 70/dia. Pode parecer pouco, mas imagine isso ao final do mês? Ou melhor, ao final de um ano?

Bem, não precisamos ser videntes para saber que esses quase 20 mil a mais no caixa fariam total diferença para a saúde financeira da sua oficina, não é mesmo?

Mas enfim, como evitar calote na oficina?

Pelo título deste artigo e por tudo o que dissemos até agora, você deve estar achando que a solução ideal é vender no cartão, certo?

Calma! Essa pode não ser a solução mais indicada para o seu negócio. Se o cliente fez uma compra parcelada então, nem se fala.

São horas que você precisa dedicar para fazer a conciliação dos cartões, constatar se a operadora realmente fez o repasse ou descontou a taxa combinada.

Afinal, como administrador você deve saber que os cartões de crédito são hoje a forma mais segura que você tem para receber o seu dinheiro.

Então, ficar longe deles está fora de cogitação. Mesmo porque, ficar a mercê de levar um calote é algo que ninguém quer.

O que você precisa ficar atento para evitar calote na oficina é com a solução de pagamento que você decide trabalhar.

A solução ideal para evitar calote na oficina

A escolha ideal é sempre aquela que leva em conta as particularidades do seu negócio. E atua como sua parceria, possibilitando que você faça mais, em menos tempo.

Quando o pagamento acontece via cartão de crédito ou débito, quem assume uma possível dívida é a administradora do cartão.

Por isso, apesar das taxas que o comerciante deve pagar, a maquininha é um ótimo investimento para se livrar de vez da inadimplência.

Caso queira, você ainda pode divulgar promoções ressaltando os benefícios do pagamento com cartão, como o parcelamento.

Por exemplo: “Alinhamento e Balanceamento por 4x de R$ 19,99” ao invés de “Alinhamento e Balanceamento” por R$ 80.

Conheça a PagueVeloz

Pensando em ajustar as rotinas de quem tem uma oficina mecânica é que apresentamos para você a PagueVeloz. Ela é a maneira mais fácil e segura para você ampliar as opções de pagamento na sua empresa.

Com ela, seus clientes podem parcelar a compra em até 12 vezes, e você pode optar em receber o seu dinheiro à vista, assim que a transação é aprovada na maquininha.

Além dessa vantagem, você tem acesso a um simulador da venda a prazo com juros. O que vai permitir que você saiba exatamente o quanto que vai receber. Com essas funcionalidades, perder tempo com a conciliação de cartão ficou no passado!

Então, você já sabia desses recursos para economizar tempo e cuidar melhor do dinheiro e evitar calote na oficina? Deixe o seu comentário para que possamos continuar a nossa conversa!

 

Conta digital para oficinas

Tagged under: