Serviços automotivos: Como criar diferenciais, atrair clientes e gerar mais receita

Autor: Atendimento, Organização
serviços automotivos

Oficina mecânica é tudo igual? Como empreendedor na área, você pode até discordar porque acredita que os serviços automotivos que oferece são os melhores da região. Mas será que seu cliente também pensa assim? Ou será que não está na hora de ir além do que se espera de uma oficina e oferecer diferenciais que atraiam mais clientes e geram mais receita?

Para ajudar na resposta, pense a respeito: Confiança e qualidade (na realização dos serviços automotivos e no atendimento), parafraseando o jargão do segmento automotivo, são itens básicos para o sucesso de uma oficina mecânica. Sem eles, diminuem a chance do negócio angariar uma clientela fiel e ser recomendado para outros donos de veículos.

Se todas as oficinas miram em confiança e qualidade, o que pode diferenciar uma da outra? É ou não é o momento de ir além? Por isso, a seguir, apresentamos ações que ajudam a oficina a criar diferenciais, atrair clientes e gerar mais receitas.

O que fazer para se diferenciar no mercado de oficinas mecânica

Faça benchmarking dos concorrentes

A busca por fazer algo diferente começa por observar o mercado e a concorrência. Se ainda não tem esse hábito, recomenda-se adotá-lo. O chamado “benchmarking” ajuda a mapear tendências e ideias que ajudem a entender qual o atual momento das empresas da área e que espaços ainda podem ser ocupados. 

O objetivo do “benchmarking” não é fazer copia e cola. O que funciona numa oficina pode não funcionar na outra. “Espiar” a concorrência é mais que isso. É observar as apostas do concorrente – as boas práticas – em termos de serviços prestados, cortesias, entregas extras (guincho 24h, grátis), relacionamento com clientes, melhoria na infraestrutura e até presença nas redes sociais. 

Na maioria das vezes, o “benchmarking” é inspirador. Ou seja, ao analisar a concorrência surgem ideias para oferecer algo que não está sendo feito. Por exemplo, a oficina usa redes sociais, mas não tem nenhuma estratégia para o WhatsApp ou de interação com o cliente. Eis a oportunidade de criar um diferencial: usar o WhatsApp para agilizar o atendimento (marcação de revisão, por exemplo).

Considere a opinião dos clientes

O público-alvo da oficina precisa ser ouvido. Por isso, para criar diferenciais é importante estabelecer uma relação de proximidade com seus clientes. Deve-se estimular a opinião do cliente. O que ele tem a dizer sobre seu negócio é um item essencial não só para ajustar e melhorar processos, mas também desenvolver diferenciais competitivos. 

Se há algo agrada aos clientes, ótimo. Explore mais o que recebe elogios. Torne o que a oficina tem de mais positivo, na visão da clientela, em algo ainda melhor. Se é a praticidade e agilidade na realização dos serviços automotivos, que tal oferecer cortesias e devolver o carro lavado e limpo? O que é bom, pode ficar ainda melhor.

E quando o cliente compartilha o que não agrada? Não se ajuste. Há consultores que defendem que “reclamação de cliente? Não há melhor presente” e que isso deve ser usado como uma ferramenta estratégica. É verdade. 

Por isso, esteja atento e aberto também para as críticas porque elas ajudam a corrigir procedimentos e podem atender de modo mais assertivo ao que deseja o cliente – o que pode significar um diferencial para fidelizar quem poderia estar propenso a não contratar mais nenhum serviço automotivo.

Aliás, por falar em fidelização, algo comum de ocorrer no setor são os clientes insatisfeitos que buscam uma nova oficina mecânica após uma experiência ruim em outro estabelecimento. Saber o motivo da insatisfação também pode ser fonte para inovar, fazer diferente e conquistar o novo cliente. 

Tirando problemas no conserto do carro, forma de pagamento, por exemplo, costuma ser um motivo de insatisfação. Ou, porque não parcela, não aceita cartão de crédito ou só aceita dinheiro. Facilitar o pagamento pode ser um diferencial e tanto.

Avalie a infraestrutura e a rotina da oficina

Infraestrutura e rotina poderiam estar na lista de itens básicos para o sucesso de uma oficina mecânica, junto com confiança e qualidade. A sala de espera, com café e wi-fi é um bom exemplo isso.

 Mas ainda não é assim. Muitas oficinas ainda possuem um ambiente pouco atrativo, sujo, às vezes desorganizado e até desconfortável para clientes em espera. Sem contar as fachadas que carecem de melhor cuidado. 

Só observando com mais atenção esses detalhes, o dono da oficina poderia criar diferenciais ou pelo menos estar no mesmo nível dos concorrentes diretos – do mesmo bairro, por exemplo. Pense nisso: o que concorrente oferece em termos de infraestrutura que sua oficina não oferece? E o contrário, como é? 

Em termos de rotina, é importante analisar o horário de atendimento. Aqui vale a observação dos concorrentes e a opinião dos clientes, conforme destacado acima. Há sempre os atendimentos de emergência, mas os clientes que programa a ida até a oficina querem comodidade, principalmente em relação a horário. 

Oficinas que abrem depois das 9h ou fecham para o almoço, por exemplo, são “inimigas” de quem trabalha o dia inteiro e tem poucas brechas ao longo para sair do local de trabalho para resolver algo pessoal. Por isso, abrir mais cedo e não fechar ao meio-dia pode ser diferenciais e até render uma boa propaganda: “A única da região que não fecha para o almoço”.

Invista em marketing digital

As pessoas estão na internet. Cada vez mais, especialmente no smartphone. Por isso, as empresas precisam investir em sua presença digital para ser encontrado pelos futuros clientes. E sua oficina, onde está? E seus concorrentes, o que diz o “benchmarking”? Só aparecer no Google Maps ou outro aplicativo de localização não basta para criar diferenciais. É preciso criar uma estratégia de marketing digital que inclua os seguintes itens:

Site: Incluindo todos os serviços automotivos prestados e todos os canais de contato entre clientes e oficina, além de depoimentos de clientes satisfeitos e fotos do estabelecimento (desde que a infraestrutura esteja ok, como sugerido acima).

Blog: Produzir conteúdos didáticos sobre cuidados mecânicos servem como instrumento para estreitar o relacionamento com os clientes, além de gerar relevância e criar autoridade nas buscas via Google e com isso ampliando o alcance e os acessos ao endereço online da oficina.

Redes Sociais: Associada ao conteúdo do blog, a publicação frequente de conteúdo nas redes sociais, ajuda a reforçar o nome da oficina e fortalece não só como lembrança, mas também como autoridade.

WhatsApp: As redes sociais podem e deve ser usados como canais de interação com clientes (novos principalmente), mas o WhatsApp tem potencial para centralizar e dar maior agilidade nesta relação.

E-mail: O e-mail é a ferramenta ideal para manter a comunicação com os clientes sempre “quente” com o envio de conteúdos do blog, avisos de novos serviços automotivos e promoções, servindo de meio para gerar mais receitas entre aqueles que já conhecem e tem vínculo com a oficina.

Pronto para criar diferenciais para sua oficina mecânica? Se acreditar já possuir algum diferencial, que tal compartilhar com o Blog da Oficina?

Conta digital para oficinas

Tagged under: