Microempreendedor individual, como funciona o MEI para mecânico?

Autor: Organização
MEI para mecânico

Já parou pra pensar se o MEI para mecânico é uma boa ideia? Descobrimos que há uma série de vantagens em ser um microempreendedor individual, entre elas, a possibilidade de conseguir crédito. Mas será que dá muito trabalho abrir um MEI?

MEI para mecânico vale a pena? Pode ser que já tenha feito essa pergunta! Não há dúvidas de que sair da informalidade é um desafio para muitos empreendedores. Uns não fazem por falta de tempo. Outros, por não saberem as vantagens de estar formalizado. É o seu caso?

Duas das grandes vantagens de se tornar um microempreendedor individual é: 1) a possibilidade de poder emitir nota fiscal para os clientes e, 2) ficar amparado pela Previdência Social – o que contará como tempo para aposentadoria.

Se você ainda tem dúvida sobre quais os benefícios do MEI ou se quer informações sobre como pode se tornar um, este artigo foi pensado em você. Vem com a gente e boa leitura!

O que é o MEI?

MEI é todo pequeno empreendedor, empresário individual, que: a) fature até R$ 81.000,00 por ano; b) não seja sócio, administrador ou titular de outra empresa; c) tenha até um empregado; d) exerça uma das profissões previstas pelo governo (mecânico é uma delas).

Criado em 2008 e em vigor desde 2009, a categoria do Microempreendedor Individual veio para facilitar a vida do empresário que queria se formalizar, mas travava na burocracia.

Na tabela geral das atividades que podem ser MEI, constam o mecânico(a) de motocicletas e motonetas (código 4543-9/00) e o mecânico(a) de veículos (código 4520-0/01).

O que saber antes da formalização?

Antes de criar um MEI, é necessário verificar se você já recebe benefícios previdenciários como auxílio doença ou seguro desemprego, por exemplo. No caso do auxílio, o pagamento é cortado a partir do mês da formalização. Quanto ao seguro desemprego, o mesmo também poderá ser suspenso. Portanto, se você está numa dessas situações, é preciso ficar atento.

Outra questão importante: procure a Prefeitura da sua cidade para saber se o local onde a oficina está localizada pode funcionar ali. Feito isso, você já está a um passo do MEI.

Dispensa do alvará e da licença de funcionamento

Desde o dia 12 de agosto deste ano (2020), por conta da Resolução CGSIM nº 59, todas as atividades incluídas no MEI estão dispensadas de alvará ou licença de funcionamento. Mas, atenção: ainda assim, consulte a Prefeitura para verificar a legislação específica da cidade.

Vantagens da MEI para mecânico

diversas vantagens em você se tornar microempreendedor. Uma das mais importantes, sem dúvidas, é o fato de que você poderá emitir nota fiscal dos serviços prestados, já que terá um CNPJ. Além de cumprir um requisito legal, isso traz credibilidade junto aos clientes.

Outro ponto é a possibilidade da contratação de um funcionário, já que você passa a ter um CNPJ. Também poderá fazer a declaração simplificada do Imposto de Renda. Outra vantagem interessante é a possibilidade de obter crédito junto a bancos. Finalmente, a isenção do pagamento de tributos federais, já que estará enquadrado no Simples Nacional.

Quanto custa por mês?

Agora vamos falar em números: quanto custa ser MEI? As contribuições em 2020 (a tabela é corrigida todo ano, conforme o salário mínimo) podem variar entre R$ 53,25 e R$ 58,25.

Benefícios previdenciários

A partir do momento em que você se formalizar, passará a contar com a cobertura de vários benefícios da Previdência Social, tanto para o empreendedor, quanto para os familiares.

  • Para o empreendedor: aposentadoria por idade, “observado a carência, que é tempo mínimo de contribuição de 180 meses, a contar do primeiro pagamento em dia”.
  • Auxílio doença ou aposentadoria por invalidez: por exemplo, digamos que fique doente… isso não será um problema no quesito renda, uma vez que será possível dar entrada no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para solicitar Auxílio Doença enquanto a enfermidade persistir. E se a doença for algo que te impeça de trabalhar para o resto da vida, neste caso você passa a ter direito a uma Aposentadoria por Invalidez.
  • Para as mecânicas, salário-maternidade.

Passo a passo para se inscrever no MEI

E aí, já se convenceu de que ser MEI pode ser algo legal? Então, chegou a hora de saber os passos para se inscrever. Para isso, acesse este link do Portal do Empreendedor

Não esqueça de ter em mãos os seguintes documentos:

  • RG;
  • CPF;
  • Título de Eleitor;
  • Comprovante de Endereço da Empresa e da Residência;
  • Número da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física;
  • Consulta prévia de localização aprovada (para os municípios que exigem).

Formalizado e turbinado, que tal?

Mas se você já está formalizado, então talvez seja a hora de turbinar a sua mecânica com a Conta Digital para Oficinas da PagueVeloz. Com ela, você consegue parcelar o pagamento do cliente (e o dinheiro cai na sua conta na hora!), emitir boleto, pagar conta e muito mais!  Tudo sem burocracia e com acesso fácil pelo seu celular ou computador.

Tagged under: